Oficina Têxtil


 
 
Capa >> Oficina Têxtil >> Tear pente-liço >> Histórico da técnica

Histórico da técnica

      A tecelagem manual é milenar e tem sua origem nos primórdios da humanidade. Os historiadores e arqueólogos trabalham com a data de 6000 AC como uma data referencial para o aparecimento da tecelagem manual. Embora o tecido seja perecível, o que dificulta a pesquisa, há provas do registro de imagens têxteis em cerâmicas como as que foram encontradas em potes de civilizações antigas. Há outras provas como as pinturas em tumbas de faraós, um prato da Mesopotamia, datado de 4.400 AC que retratam mulheres tecendo em teares horizontais. Também, foram encontrados fragmentos de tecidos em diversas regiões do planeta.

      Ao longo dos tempos, foram se aperfeiçoando os suportes e os recursos, o que determinou uma grande variedade de teares manuais.

      Todos tem o mesmo princípio mas cada um tem uma finalidade: tear de pedal são mais indicados para o desenvolvimento de padrões têxteis repetitivos.

      Os teares de alto-liço são indicados para a execução de tapeçaria pois permitem o uso de alguns liços de cada vez o que facilita o desenho.

      O tear de pente-liço é muito simples mas com muitas possibilidades têxteis.

      Há, ainda, muitos outros tipos de teares manuais, como os de rama, de cintura, verticais....


 
 
  Rua Pinheiro Machado, 148 cj. 102 - Porto Alegre - RS - Fone: (51) 3227.4174 - E-mail: mariarita@mariarita.com.br